prf lança edital

A PRF Solicitou 2.634 Vagas para Próximo Concurso Que pode Ocorrer Ainda Este Ano!

Atenção Concurseiros: O Novo concurso da PRF pode ter edital publicado ainda neste ano, com curso de formação em 2021.

E o Departamento da Polícia Rodoviária Federal encaminhou ao Ministério da Economia um pedido de 2.634 vagas para o novo concurso da PRF. O número preciso foi confirmado ao Gran Cursos Online nesta terça-feira, por meio da assessoria de comunicação.

Então, de acordo com o órgão, todas as vagas serão exclusivamente para o cargo de policial rodoviário federal, cargo de nível superior e que possui subsídio inicial de R$ 10.357,88. As nomeações estão previstas para ocorrer em 2022.

Portanto, o último concurso foi realizado em 2018. Com um total de 1.779 aprovados na PRF, o órgão já realizou dois cursos de formação Ao todo, a corporação aprovou 1.165 novos policiais que já estão na ativa. Os 614 excedentes, por sua vez, serão convocados para o novo curso de formação, que deve ocorrer ainda neste ano.

Novo Concurso: Situação atual

A Polícia Rodoviária Federal e o Ministério da Segurança Pública encaminharam ao Ministério da Economia um pedido de 2.634 vagas para a realização de um novo concurso para a policial rodoviário federal. De acordo com o órgão, a PRF pretende realizar a formação desses candidatos aprovados em 2021 e 2022, com as nomeações a partir de janeiro de 2022.

prf edital saindo

O Concurso da PRF já Havia Previsão!!

No começo do ano, o então diretor-geral da PRF , Adriano Furtado, anunciou que pretende ter o quadro de servidores totalmente preenchido até 2022. “O objetivo, a meta e todo o empenho nosso vai ser para chegar ao final de 2022 com o quadro de servidores legais completo”, disse durante entrevista.

Então é válido lembrar que o Presidente Jair Bolsonaro confirmou que a Polícia Rodoviária Federal é um dos órgãos autorizados pelo Ministério da Economia a realizar uma nova seleção pública.

Portanto, “Paulo Guedes determinou que poucas áreas terão concurso, porque não tem como pagar mais. O problema é esse. A gente até gostaria, em uma área ou outra. Abri uma exceção para a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal”, afirmou o presidente.